Venda NFC-e - FAT103 - Farma (2023)

A Nota Fiscal ao Consumidor Eletrônica - NFC-e, é um projeto do governo que visa substituir o Cupom Fiscal e a Nota de Venda ao Consumidor (D1) emitidos pelo comércio varejista, e este programa permite ao usuário efetuar as vendas neste novolayout.

Localização: Lançamentos > Faturamento > Venda NFC-e

Nesta página

Atalhos de acesso rápido

Menu Fiscal -Acesso ao Menu Fiscal do sistema

Veja a legislação do PAF-ECF

F2:Consulta de produtos e clientes
F3:Nova venda
F4:Finalizar venda
F5:Encomendas e Falteiros
F6:Consultar produtos por substância, farmacológico e terapêutico
F7:Vias adicionais do contrato de autorização de débito
F9:Modo de contingência
F10:Selecionar pessoas autorizadas
F11:Calculadora
F12:Consultar produtos com estoque positivo
ALT+NConsulta rápida de notas
ALT+MCompras por cliente
ALT+GControle de Tele Entregas
ALT+CCadastro de Clientes
ALT+TContas a Receber
ALT+PCadastro de Produtos
ALT+FSair do programa
CTRL+GAbrir gaveta de dinheiro
CTRL+PInforma posologia
CTRL+OOpções de integração

Como funciona?

Para gerar uma venda emNFC-eacesse o programa através do menuLançamentos > Faturamento > Venda NFC-e:

Venda NFC-e - FAT103 - Farma (1)

Figura 01: Vendas NFC-e

Na sequência informe ocódigo de barrasdo item e aquantidadea ser dispensada. Este campo fica desabilitado quando estiverdesmarcada a opçãoPedir quantidade na vendano programaParâmetros do Sistema(Parâmetros > Parâmetros > Vendas).

Através do campo% Descdeve ser informado o percentual de desconto que será aplicado no produto. Quando já houver um desconto configurado, o mesmo será carregado neste campo. Colocando o cursor domousesobre o ícone presente ao lado do campo, aparecerá a origem do desconto do item.

  • Ao lado de cada item inserido na fita detalhe, será exibido o íconeVenda NFC-e - FAT103 - Farma (2). AoVenda NFC-e - FAT103 - Farma (3)clicar sobre esse indicador, será exibido uma mensagem informando qual o tipo de desconto aplicado para esse(s) produto(s) sem a necessidade de editar a venda.

Figura 02: Identificando descontos.

Ocampounitárioé preenchido automaticamente pelo sistema com o valor unitário do produto.

  • Quando, nas parametrizações da empresa, o parâmetro "Pedir Desconto por Item" estiver marcado, será apresentado o ícone Venda NFC-e - FAT103 - Farma (4), sinalizando que é possível alterar o valor unitário do item.
  • E, se para o tipo de produto do item o parâmetro "Alterar preço na venda?" estiver desmarcado, a diferença entre o preço de venda do produto e o novo valor inserido, será calculada e inserida como desconto para o item.

Na sequência deverá informar omatrículado cliente no convênio onde a pré-venda será realizada, o usuário poderá pesquisar pelo cliente utilizando o atalho F2. Parafidelização de clientes Linx Conecta,Venda NFC-e - FAT103 - Farma (5)clique emVenda NFC-e - FAT103 - Farma (6),para maiores informações acesse:Linx Softpharma: Vendas Linx Conecta.

Informe o código dovendedore aforma de pagamentoque será feito o registro da pré-venda.Marque o campo comoTele Entregaquando orçamento for nessa modalidade. Desta forma o sistema solicitará as informações referentes ao endereço do cliente e troco e fará a impressão do endereço de entrega dos produtos.

  • Quando desmarcada atabulação 02(vide Configurações do Usuário):permitirá substituir a forma de pagamento, ao consultar as formas de pagamento, estarão habilitadas somente as condições de pagamento disponíveis para essa venda.

  • As condições de pagamento que poderão ser trocadas no caixa deverão ter os mesmos percentuais de descontos (com senha, sem senha ou cobertura de oferta) configurado entre ela.

Será considerado o parâmetro "Isentar Taxa de Tele-Entrega" do convênio localizado no menuCadastros > Convênio, na guiaParâmetrose sub-guiaVendas, ao qual o cliente esta vinculado. Dessa forma, na janela de "Informações Sobre Tele-Entrega", ao realizar a "pré-venda" para o convênio com isenção da taxa de tele-entrega logado na filial 1 e alterar para a filial 2, será recalculado a taxa de tele-entrega com o valor que estiver configurado nela. Ou seja, ao alterar alguma informação, por exemplo bairro ou a filial de entrega, onde a taxa de tele-entrega é recalculada, o sistema verificará se o convênio está configurado para isentar a taxa de tele-entrega. Se voltar para a filial 1, será recalculada a taxa de tele entrega conforme configuração da filial.

Conforme o usuário for informando os produtos, os mesmos serão apresentados nafita detalhe(quadro do lado direito) com todos os produtos digitados com a sua quantidade e valor, inclusive o total da nota. Caso o produto tenha uma mensagem cadastrada, essa aparece na venda para o vendedor.

Nos campos detotalizadoressão apresentados a somatória dos itens da venda:

  • Emtotal brutoinforma o total da compra do cliente sem os descontos dos produtos.
  • Empromoção médiainforma o valor dos descontos dos produtos que estão em promoção.
  • Informe opercentual de descontonegociado com o cliente. Este percentual somente será sob os produtos que não estão na promoção e que estejam liberados no cadastro Tipo de Produto para dar desconto.
  • Nocampototal da compramostra o valor final do orçamento do cliente e pode ser utilizado para efetuar arredondamento na venda. Se o vendedor optar por digitar o valor cobrado do cliente, o sistema calculará automaticamente o valor do desconto e o percentual correspondente a este desconto. Porém, este arredondamento segue algumas regras:
    • Se o valor informado pelo vendedor exceder o valor total da nota, o sistema mantém o valor original.
    • Se o valor informado for menor que o permitido nos parâmetros do sistema, é solicitada uma senha de liberação para desconto acima do permitido.
    • Se o sistema estiver configurado nosParâmetros da Empresa(Parâmetros > Parâmetros > aba Vendas)para arredondar somente os centavos, somente isto será permitido, uma vez que esses centavos arredondados não ultrapassem o máximo de desconto permitido para a condição de pagamento em que foi feita a venda.
    • Porém, permite o arredondamento da última casa dos centavos sem informar senha e sem respeitar o teto máximo de descontos da condição de pagamento.
    • Com isso, pretende-se reduzir as divergências de valores no caixa diário, vinculadas aos centavos de arredondamento em cada venda, além de facilitar e agilizar o fechamento do caixa ao final do período.
    • Exemplo:Valor da venda = R$ 18,45– Neste caso o usuário poderá arredondar até 98,40 sem informar senha de liberação. Em alguns estados não é permitido o arredondamento do valor da venda.
  • Onúmero de requisiçãoé solicitado em todas as vendas a prazo para convênios que estão configurados para exigir a requisição de compra. Este número é enviado ao convênio no fechamento do mesmo para fins de controle interno. Acesse oCadastro de Convêniospara maiores informações sobre a configuração "Pedir número requisição na venda?".
  • Os camposDólar/Peso/Guarani/Eurosão exibidos somente quando o cliente configurar a cotação das moedas de câmbio nosParâmetros da Empresa(Parâmetros > Parâmetros > Vendas). Neste caso o sistema exibe o valor total da compra do cliente já convertido para estas moedas, que são as mais utilizadas nas cidades de fronteira e no Paraguai.

Observações gerais:

  • Quando não houver informação do NCM no cadastro de produtos, e o item na nota for SERVIÇO será informado o valor "00", para os demais itens quando no cadastro estiver com "00000000" ou "00000001", no XML gerará como "00000000".

  • Para emissão de vendas através do NFC-e deverá efetuar algumas validações e configurações:

    • O produto "69 - NFC-e 1.0" deverá estar liberado para a farmácia, essa liberação pode ser validada no programaManutenção de Filiais(Parâmetros > Filiais).

    • O Estado (UF) do cliente, deverá estar participando do projeto de emissão de NFC-e, por gentileza confirmar essa informação com a sua Contabilidade.

    • Possuir acesso a internet, será utilizado para comunicação da venda junto a SEFAZ.

    • Possuir Certificado Digital modelo A1 ou A3 (recomendamos A1), o mesmo utilizado para emissão de NF-e (Nota Fiscal Eletrônica), este certificado deverá ser previamente configurado no programa Manutenção de Filiais (Parâmetros > Filiais).

    • Possuir impressora térmica para impressões das DANFE - NFC-e, que também terá suas configurações realizadas através do programaImpressoras NFC-e, e maiores funcionalidades no programa Impressora Térmica, ambos localizados no menu Parâmetro.

  • A opção CTRL + O - Opções de integraçãoé utilizada para reemitir a última NFC-e, acessar a administradora de determinado cartão/convênio, iniciar uma venda PBM, entre outros. Observamos que, quando a descrição do PBM começar com "Iniciar", significa que a comunicação com o PBM ocorrerá apenas ao final do processo de venda. Para os os demais, a comunicação com o PBM iniciará após selecioná-lo.

  • Para que nas vendas seja informada a quantidade 1 automaticamente, acesseno programa Parâmetros da Empresa > aba Vendase desmarque a opção Pedir quantidade na venda.

  • Para bloquear os descontos de determinado tipo de produto, acesse o cadastro de Tipos de produtos e selecione o tipo desejado e desmarque a opção de:

    • Liberar desconto no balcão: para bloquear os produtos cadastrados neste tipo de produtos a ganhar o desconto que o vendedor efetua no ato da venda.

    • Liberar desconto no convênio tele entrega:para bloquear os descontos efetuados pelo vendedor no ato da venda para as vendas em clientes cadastrados como tele entregas.

    • Liberar desconto no cheque pré-datado:para bloquear os descontos efetuados pelo vendedor no ato da venda para as vendas feitas na forma de cheque pré-datados.

  • Se o sistema estiver configurado para repetir itens na venda,esse parâmetro será respeitado somente se o usuário logado no sistema desmarcar a guia 1 do programa Cupom Fiscal. Caso contrário, será sempre somado 01 (um) à quantidade do item já informado anteriormente.

  • O CFOP será gerado automaticamente e não poderão ser selecionadosou alterados na tela de venda. São eles: 5.102; 5.405 e 5.933;

    • Não será emitida venda interestadual, contudo, se vier pessoalmente um cliente (pessoa física) comprar na loja, a venda será emitida normalmente utilizando um dos CFOPs mencionados acima.

  • O sistema não imprimirá na impressora térmica comprovantes de Sangria, Suprimento, Controle de Caixa, Recebimentos e Confirmação de Posse. Nesse caso, deverá ser configurado para impressão em impressora paralela. A loja que utiliza o Controle de Caixa por confirmação de posse deverá mudar seu processo para Mapa de Caixa.

COMO REALIZAR VENDAS (CONDIÇÃO DE PAGAMENTO)?

Vendas à vista

As vendas da farmácia podem ser realizadas em diferentes formas de pagamento. A mais usual é a venda à vista, feita para o cliente que não tem cadastro na farmácia, ou seja, que faz compras ocasionalmente. Caso o usuário informe um cliente com o nome "CLIENTE ESPECIAL", na hora da venda o sistema permite que o usuário altere o nome do cliente que será impresso no cupom fiscal. Este cliente utiliza o mesmo padrão do cliente Balcão, com a diferença de que pode ser alterado o nome do cliente.

As vendas à vista podem ser feitas para clientes cadastrados em um convênio à vista, somente para fins de controle da farmácia e estatística (utilizado para clientes fiéis), ou para o cliente Balcão (cliente que não possui cadastro no sistema). O ponto a ressaltar é que o cliente Balcão não guarda as informações de venda em relatórios de compras, não lança razão de cliente e nenhum outro controle que permita um pós-venda ou geração de estatística.

No fechamento da venda à vista o sistema solicita ao usuário o mapa de caixa em que será paga a conta, conforme cadastrados em Condições de Pagamento do sistema. O troco, quando existente, é informado automaticamente pelo sistema a fim de facilitar ao caixa.

Vendas a prazo

Ao contrário das vendas à vista, para efetuar vendas a prazo o cliente precisa estar cadastrado no sistema. Isso se deve ao fato de que serão gerados títulos ativos no nome do cliente para que sejam pagos futuramente, no vencimento de cada data base. Quando o dia de vencimento do convênio não existir no mês (por exemplo, dia 30 não existe em fevereiro), o sistema lança o título com vencimento no último dia do mês de vencimento (no exemplo, o vencimento cairia no dia 28 ou 29 de fevereiro, conforme ano bissexto).

As datas bases dos títulos são definidas no cadastro das condições de pagamento. Já a data de fechamento e vencimento do título é configurada no Cadastro de Convênios.

Ao finalizar uma venda oriunda de pré-venda, o sistema faz novamente a verificação de situação do cliente e do convênio, e caso tenha sido alterado o valor da venda ou o cliente, também refaz a validação do limite de crédito do mesmo.

Limite de Crédito

O ponto mais importante a ser dito nas vendas a prazo se refere ao controle do limite de crédito que o cliente terá disponível para suas compras. Para controlar o limite de seus clientes, a farmácia deverá configurar o valor no Cadastro de Clientes.e a forma de controle do limite no Cadastro de ConvêniosVeja mais informações sobre o cálculo do limite no manual de Cadastro de Clientes.

Nota Promissória

Na impressão da nota promissória o sistema imprime o número da parcela e o número total de parcelas em que foi efetuada a venda.Por exemplo: Em uma venda em 3 parcelas, as notas promissórias da primeira, segunda e terceira são impressas com as informações "Parcela 1/3", "Parcela 2/3" e "Parcela 3/3", respectivamente. Este processo facilita a separação de notas para envio à central de convênios, onde pode ser identificada facilmente a parcela a que se refere determinada nota fiscal.

Juros na venda

As farmácias que desejarem cobrar acréscimo de seus clientes no momento da venda podem fazê-lo configurando essa opção no Cadastro de Convênios. Além disso, é necessário informar o percentual de juros que deseja cobrar dos clientes no cadastro da condição de pagamento.. Esta funcionalidade somente pode ser utilizada nas vendas a prazo, visto que possui datas bases dos títulos para configurar os percentuais de juros.

No momento de finalizar a venda, o sistema informa o valor das parcelas e as datas de vencimento, já calculadas com o valor do juro. Se o cliente preferir dar uma entrada na venda o valor restante é recalculado para cada parcela da venda.

Vendas com cheque pré-datado

Para realizar vendas nas condições cheque pré-datado, assim como nas vendas a prazo, é preciso que o cliente esteja cadastrado no sistema. Isso se deve ao controle dos cheques recebidos pela farmácia, que somente são compensados na data do 'bom para'.

Na venda com cheque pré-datado o sistema solicita informações do cheque que está sendo emitido pelo cliente (Cheque, Data de bom para, Valor...), podendo fazer o recebimento em até 20 cheques.

Sempre que realizada uma venda na condição de pagamento "cheque" é lançado um título pago no movimento de títulos do cliente e um lançamento ativo noControle de Cheque, que deve ser baixado no momento em que o cheque for compensado pelo banco.

Se as condições de pagamento estiver configurada para não sugerir data de bom para, esta data vem em branco, porém o sistema utiliza os dias informados na condição de pagamento para cálculo de data limite de bom para. A partir de X dias, solicita ao usuário a senha de liberação.

Nas vendas com Cheque Pré-datado as informações referentes ao cheque são: banco; número do cheque; telefone, Bom Para (dias), Bom Para (a data), valor do cheque. Nessa tela tem o botão "Ver Limite" onde permite ao usuário verificar o total disponível do limite de crédito do cliente.

Vendas com cartão

Pelo fato das vendas com cartão de crédito serem consideradas de recebimento certo, ou seja, a farmácia nunca perde, mesmo que o cliente não pague seu cartão, as vendas nesta modalidade podem ser feitas inclusive para cliente Balcão, ou seja, que não possui cadastro no sistema.

Sempre que realizada uma venda na condição de pagamento "cartão", é lançado um título pago no movimento de títulos do cliente e um lançamento ativo noMovimento de cartão, que deverá ser baixado no momento em que a farmácia receber os valores da operadora de cartão de crédito.

Nas vendas com cartão de crédito, o sistema verifica as regras de negociação com cada bandeira, lançando o título com vencimento de acordo com as regras configuradas noCadastro de Bandeiras(x dias após a venda, x dias úteis após a venda ou intervalos de data específicos). Independentemente do parâmetro "Considerar dias úteis" na configuração da bandeira, quando a data de vencimento da fatura cair em sábado, domingo ou feriado – conforme cadastro no programa Cadastro de feriados – será automaticamente alterado o vencimento para o próximo dia útil. Veja maiores detalhes sobre as regras no manual do programaCadastro de Bandeiras.

Quando a opção Cartão for selecionada no fechamento da venda o sistema solicitará algumas informações tais como:

  • Número de Cartões: o sistema disponibiliza que o pagamento seja realizado em até 02 cartões;

  • Bandeira: pressionando F2-Consultas permitirá que selecione qual cartão está sendo utilizado. Por Exemplo: Visa Crédito.

  • NSU: código da autorização impresso no comprovante do POS (maquineta da Operadora)

  • Parcelas: marcar a quantidade de parcelas autorizada para essa venda.

Na realização de vendas NFC-e com a condição de pagamento "Cartão", é necessário informar o CNPJ da operadora do cartão, verificar oCadastro de Bandeiras. Quando a farmácia utilizar o controle GPRS, no qual as informações do cartão são lançadas somente na baixa da tele entrega e não no ato da venda, ao realizar uma venda NFC-e com T.E, no XML e no DANFE da venda, a condição se pagamento sairá como: 99-Outros.

VENDAS TELE-ENTREGA

Como realizar vendas tele-entrega?

Quando o cliente solicita uma mercadoria para que seja entregue em algum local específico, essa venda é chamada "tele entrega". Nas vendas tele entregas o sistema solicita ao vendedor a confirmação dos dados de entrega do(s) produto(s), tais como: se o endereço da entrega será o principal ou trabalho, telefone, endereço (rua, número, cidade, bairro), complemento, próximo. A data e hora negociada, esses campos serão utilizados para as farmácias que trabalham com tele entregas agendadas, e também a informação de Troco Para.

Se a farmácia estiver usando o módulo de controle de tele entregas, o sistema solicitará o troco e esse só poderá ser igual ou maior que o valor da venda. O controle dos lançamentos de troco no caixa é explicado no manual de processos deTele entrega.

Quando efetuar venda tele entrega em Cupom Fiscal ECF, o sistema verifica se está marcado o parâmetro "Imprimir comprovante de Tele entrega em ECF/Térmica NFC-e", nosParâmetrosdo sistema (Parâmetros > Parâmetros > Tele entrega). Neste caso, imprime na impressora fiscal um cupom vinculado com os dados referentes à tele entrega.

Observamos que para fechar a tela sem a necessidade de percorrer por todos os campos basta pressionar a tecla F4 - Finaliza ou ALT+T para ir para o campo Troco Para.

Ao iniciar uma venda e houver pré-venda em aberto, tele entrega pendente, ou tele entrega com motoqueiro será apresentada mensagem com os lançamentos ativos em nome do cliente.

Vendas Tele-entrega - NF-e

No caso de uma venda onde apresença do comprador for igual a "2-Operação não presencial pela Internet", antes de concluir o faturamento e logo após a tela de tele-entrega, será aberta uma nova janela solicitados as "Informações do Transporte". Nessa tela será necessário preencher todas as informações conforme o processo de transporte a ser utilizado para venda. Porém, vamos destacar aqui o grupo "Dados do Frete" que possui alguns processos específicos.

Dados do Frete

  • Valor: Aqui será carregado o valor de frete da tele-entrega de maneira automática. Quando valor da tele-entrega for igual à "0,00", será liberado o campo para que o mesmo seja informado manualmente;

  • Frete por conta: Nesse menu o usuário poderá selecionar as seguintes opções:

    • 0-Contratação do Frete por conta do Remetente (CIF);

    • 1-Contratação do Frete por conta do Destinatário (FOB);

    • 2-Contratação do Frete por conta de Terceiros;

    • 3-Transporte Próprio por conta do Remetente;

    • 4-Transporte Próprio por conta do Destinatário;

    • 9-Sem Ocorrência de Transporte.

Observações

Até a versão 3.1 da NF-e tínhamos apenas 4 opções nesse menu, contudo, com a implementação da versão 4.0 da NF-e, foram adicionadas novas opções.

  • Quando utilizado NF-e 3.1, o código 3 será gerado como código 1 na NF-e. O código 4 será gerado como código 2 na NF-e.

  • Quando utilizado NF-e 4.0, serão mantidas os códigos conforme descrito acima na geração da nota.

Algumas regras quanto a Informações de Transporte:

  • Quando informado o valor, não será permitido selecionar a opção "9-Sem ocorrência de transporte";

  • Quando informado valor, por padrão será selecionado a opção "3-Transporte próprio por conta do remetente", permitindo que seja trocado pelo usuário se necessário;

  • Quando não informado valor, será permitido selecionas as opções "1, 2, 4 e 9".

  • Quanto ao "XML NF-e", será gerado no XML da NF-e as informações de "Frete por conta" conforme a opção selecionada.

POSOLOGIA

Como imprimir a posologia?

Para utilizar a impressão de posologias, é necessário primeiramente configurar uma impressora para a impressão das etiquetas de posologia em Parâmetros > Rótulos e Posologia. O usuário tem a opção de imprimir a posologia tanto na pré-venda quanto no caixa, no momento da finalização da venda. Caso tenha necessidade de informar uma posologia para cada item vendido deve ser configurada uma estrutura de posologia no Gerador de estrutura de posologia. A partir do momento em que a posologia é impressa na pré-venda, não é mais solicitada a impressão da mesma no caixa, no momento da finalização da venda.

Quando utilizada impressão de posologia por item (com estrutura de posologia), o campo de digitação da posologia fica limitado ao tamanho do campo que está configurado na estrutura. Além disso, ao atingir o limite de caracteres em uma linha da estrutura, o texto a seguir é automaticamente direcionado para a próxima linha da estrutura. Pressionando Enter por duas vezes seguidas, automaticamente o foco vai para a tecla Ok, onde, se pressionado mais uma vez, fecha a tela de posologia.

Quando a farmácia utiliza tele-entrega centralizada, é possível imprimir a posologia na finalização da venda, na filial destino da mercadoria, visto que as informações de posologia são enviadas juntamente com a pré-venda para que a impressão seja feita no caixa.

Quando desmarcada a opção para "Emitir controle pré-venda", a pré-venda não é impressa e, automaticamente, a impressão da posologia é solicitada somente no caixa, no momento da finalização da venda.

Caso a farmácia tenha estrutura de posologia por item, na tela de informação de CRM é preciso, sobre cada item, teclar F6 e registrar as informações que deseja que sejam impressas na etiqueta de posologia do item.

Para realizar a impressão das posologias é preciso configurar a impressora de posologia como "Padrão Windows". Essa configuração é feita no Parâmetros da Empresa (guia Impressoras).

VENDAS DE PSICOTRÓPICOS (CONTROLADOS)

Mais informações sobre vendas com produtos controlados

Nas vendas de produtos controlados pelo SNGPC o sistema solicitará ao vendedor algumas informações exigidas e transmitidas a ANVISA, que são:

  • Oprodutoé preenchido automaticamente com o produto vinculado a venda.

  • Informar oCR/UFdo profissional que prescreveu a receita.Devido ao fato de que o arquivo de exportação da ANVISA não suporta CRN - Conselho Regional de Nutrição, ao tentar informar um Nutricionistas na dispensação de produtos controlados pela vigilância sanitária, o sistema não permitirá a conclusão apresentando mensagem informativa.

  • O campoUso prolongadosomente estará disponível quando o produto selecionado estiver substância principal que gere informações ao SNGPC ou for antimicrobiana, se for SIM a validade máxima será de 90 (noventa) dias contados a partir da data atual.

  • Os camposSolicitar ReceitaeVencimento em diassão preenchidos automaticamente conforme configurações efetuadas nos programas "Tipo de Produto" e "Cadastro do Produto".(campo não editavel)

  • NocampoUF/Receitadeverá informar o Estado de origem da receita prescrita e na sequencia o número da receita apresentada pelo cliente ao farmacêutico, caso não tiver, o farmacêutico poderá deixar esse campo em branco que o sistema informará automaticamente um número de receita controlada pela farmácia de acordo com seqüência informada nos Parâmetrosdo sistema. O sistema aceita até 16 dígitos no número da receita, isso porque o número da receita azul é maior que das receitas brancas.

    • Observamos que a informação da UF é importante pois alguns medicamentos de controle especial a receita só poderá ser dispensada no Estado emissor da mesma.

  • Na sequência informe aquantidadeprescrita na receita, por padrão estará informada a quantidade dispensada na fita detalhe, o sistema validará que o valor deverá ser maior ou igual ao da fita detalhe.

  • Informar a data de prescrição da receita,o vencimento da receita será apresentado conforme configurações no Cadastro de Produto > Substância. Quando a(s) data(s) informada(s) estiver(em) vencida(s) exibirá uma mensagem"Receita vencida há XX dias".E quando não estiver vencida: "Receita vencerá daqui há XX dias".

Importante

Essa data será transmitida ao SNGPC. Lembramos ainda que o vencimento da receita é de responsabilidade do farmacêutico e não do Linx SoftPharma, portanto, o aceite ou não da venda com a receita apresentada é de responsabilidade do farmacêutico. Caso seja informada uma receita já vencida, no caso das vendas para Farmácia Popular, a venda poderá ser bloqueada.

  • OCIDé referente ao código internacional de doenças, essa informação não é obrigatória
  • Dados do Paciente:Informe os dados do paciente (em que será administrado o medicamento). Estas informações são exibidas nos relatórios de movimentação de psicotrópicos: nome , data de nascimento, endereço, telefone e sexo.

  • Dados do Comprador:Informe os dados do comprador do medicamento. Estar informação são exportadas para a ANVISA pelo arquivo XML: nome, tipo de documento que foi apresentado no ato da compra, documento, órgão expedidor, UF.

O botãoAssociadasé somente exigida ou solicitada quando a farmácia está exportando as informações de vendas com receituários aos institutos de pesquisas, não tendo relação nenhuma com o SNGPC.

Importante!

  • Não é permitida a venda de itens psicotrópicos que estejam sem saldo em estoque, mesmo que o sistema esteja configurado para aceitar estoque negativo.

  • Mesmo que o sistema inteiro esteja parametrizado para que não repetir itens na venda, na venda de psicotrópicos os itens serão repetidos pois é necessário informar o lote de cada item.

  • Se a data da receita estiver vencida, será exibida uma mensagem nesta tela informando desta situação, eo campo 'Data receita' é carregado com base na data informada no campo 'Data prescrição receita' para o primeiro produto da venda. Se a data atual for mantida ou alterada, a data será replicada para todos os produtos.

  • Os campos serão liberados conforme o tipo de produtos (psicotrópicos, antimicrobianos e uso veterinário), pois para cada um deles a ANVISA solicita determinadas informações.

VENDAS COM LOTES E VENCIMENTOS

Mais informações sobre vendas com lotes e vencimentos

Toda a venda de produtos controlados pela ANVISA/VISA e também de produtos vinculados a tipos de produtos que tenham controle de lotes e vencimentos, será verificada a quantidade existente em cada lote disponível no estoque e solicitado para que seja selecionado o lote e a quantidade que está sendo dispensada.

Observações:

  • Quando a quantidade de um lote for vendida totalmente, o sistema automaticamente elimina o lote zerado do cadastro do produto.

  • Caso a quantidade a ser vendida do produto ao cliente for maior que a existente em um lote, o vendedor deverá informar o produto e a quantidade do lote a ser vendido e depois informar o produto novamente e o outro lote vendido e sua quantidade.

  • Quando marcado o parâmetro "No controle de lotes, forçar a dispensa dos itens mais antigos?" em Parâmetros da Empresa (Parâmetros > Parâmetros > Estoque),no momento da venda de algum item que tenha controle de lotes, o sistema sugerirá a dispensa dos lotes mais antigos primeiro, exibindo uma mensagem ao usuário caso este tente dispensar lotes mais novos e solicitando que seja informada a senha de liberação de estoque para dispensar mesmo assim os lotes mais novos.

  • Quando estiver parametrizado para "Não solicitar Lote/Vencimento na pré-venda" Parâmetros da Empresa(Parâmetros > Parâmetros > Estoque),essas informações serão solicitadas somente na conferência do item no Caixa On-line, porém os demais dados referente ao controle de medicamento, como por exemplo, a receita e posologia serão solicitadas normalmente na pré-venda.Observamos que: quando o Lote/Vencimento dos produtos tiver sido informado na pré-venda, não será solicitado novamente na conferência, isso ocorre quando o usuário realizar pré-venda com itens que controla lotes e vencimentos e depois marcar a opção Tele-entrega.

Vendas PBM

Mais informações sobre vendas com PBMs

Os PBM's são planos de beneficiamento de medicamentos e são promovidos pelos laboratórios aplicando descontos, benefícios ou bonificações às farmácias que possuem integração com os mesmos.

As vendas para PBMs devem ser feitas em vendas diretas, conforme a lista abaixo.No entanto, informamos que alguns PBMs permitem a utilização de pré-vendas.

  • Cupom Fiscal - ECF
  • Nota Fiscal ao Consumidor Eletrônica - NFC-e.

Ao selecionar o PBM desejado através do atalho CTRL+O o sistema fará algumas validações:

  • Quando a pré-venda for PBM Farmácia Popular, é necessário configurar o terminal com o arquivo fpopular.ini e ter os arquivos necessários para o funcionamento (autorizador.wsdl, softPBM_fpopular.dll) além de ter instalado os certificados no Internet Explorer.

  • Quando for pré-venda E-Pharma ou outro PBM's o sistema trará todos os produtos na fita detalhe e manter o mesmo desconto que o PBM's enviou no arquivo.

Vendas TEF

Mais informações sobre vendas com TEF

As soluções TEF – Transferência Eletrônica de Fundos integram a automação comercial do estabelecimento com o sistema da operadora de cartão, possibilitando a realização de vendas, recebimentos e outras operações por meio de leitoras de cartão magnético e leitoras dechip, nas operações com cartão de crédito ou débito.

Nestas operações deve ser impresso, obrigatoriamente, o comprovante de crédito ou de débito (CCD) ou Comprovante Não Fiscal Vinculado (CNFV), fazendo com que não seja mais possível a utilização das máquinas POS, e sim de uma solução integrada ao sistema de gestão para a impressão do cupom fiscal.

"Esta obrigatoriedade é amparada pela Lei 9.532/97 que, ao mesmo tempo em que criou a obrigatoriedade do uso de ECF, também vedou, em seu artigo 62, a utilização no ambiente de atendimento ao público de equipamento eletrônico não integrado ao ECF (POS)".

Importante

Para o TEF Somente Controle, poderá aceitar até 03 cartões.

Saque no cartão

Está ativa a operação de saque para os cartões de débito para as farmácias que utilizam o D-TEF da Direção. Essa operação lança no caixa diário os valores referentes ao saque, para controle da farmácia. Caso essa opção não esteja sendo visualização, é necessário entrar em contato com a operadora do cartão para maiores informações.

Arquivo Modificado

Ainda não há arquivos compartilhados aqui.


Vendas com múltiplos vendedores

Mais informações sobre vendas com múltiplos vendedores

Para utilizar o processo de múltiplos vendedores em uma venda é preciso configurar o sistema para tal. Para isso, acesse os Parâmetros do Sistema,e na guia Vendas, marque a opção "Aceitar múltiplos vendedores na venda?". É interessante também marcar a opção "Pedir senha do vendedor ao iniciar a venda?", pois desta forma, um vendedor não terá acesso a alterar os itens lançados por outro, a menos que tenha sua senha. Esta alteração visa atender as necessidades dos clientes que desejam separar as vendas de perfumaria e medicamentos, por exemplo, onde a comissão da venda é paga para a perfumista e para o balconista.

Atenção!

Para utilizar múltiplos vendedores é preciso entrar em contato com a Linx Softpharma para executar um processo de inicialização de vendedores – UPD156 - que deve ser feito manualmente.

O processo deve funcionar da seguinte forma:

  • O primeiro vendedor abre uma pré-venda informando os itens que são de sua área. A partir de então, o cliente pode "circular" pela loja adquirindo mais produtos, que podem ser adicionados em sua pré-venda por outro vendedor, utilizando a opção "Editar pré-venda" (Ctrl + O na pré-venda). Dessa forma, cada vendedor recebe a comissão referente aos itens que adicionou à pré-venda do cliente.

  • Um vendedor não tem acesso a alterar as promoções negociadas por outro vendedor, nem tampouco editar ou remover os itens lançados pelo outro.

  • Quando utilizado o processo de múltiplos vendedores e desmarcado o parâmetro "Pedir senha do vendedor ao iniciar a venda", o sistema solicita apenas o código do vendedor, não sendo necessário informar sua senha.

  • No formato de múltiplos vendedores, o sistema utiliza o processo de repetir itens ao processar a venda, mesmo que o respectivo parâmetro esteja desmarcado nos parâmetros do sistema, visto que um vendedor não pode editar um item lançado por outro e este deve ser considerado um novo item, diferente do já adicionado.

  • Com relação aos descontos negociados, uma sugestão é que a farmácia trabalhe com a configuração de Desconto por Item, para evitar que um vendedor de Perfumaria, por exemplo, informe um desconto alto, interferindo nas negociações de Éticos ou Psicotrópicos.

  • Nos relatórios e nos lançamentos de nota fiscal em que a venda foi feita utilizando múltiplos vendedores, sempre é exibido o vendedor "990-VÁRIOS". Dessa forma é possível saber que houve mais de um vendedor, e deve-se emitir um relatório por item da nota, por exemplo, Espelho de Nota Fiscal, onde ao lado de cada item é mostrado o vendedor que o lançou.

  • Na Razão de Produtos, pós-venda e controle de Psicotrópicos, o sistema lança sempre o vendedor que fez a lançou o item na nota.

Instituto de Pesquisa

Mais informações sobre instituto de pesquisa

Os institutos de pesquisa são empresas que fazem a coleta das informações das vendas de medicamentos a fim de produzir pesquisas e relatórios que permitem identificar perfis de compra de cada região, desempenho das farmácias, etc. Essas informações são ainda enviadas aos laboratórios para que os mesmos possam realizar parcerias com as farmácias conforme o perfil de venda de sua empresa.

Para realizar a exportação de dados aos institutos de pesquisa é preciso que a farmácia configure o cadastro deTipo de produtoou oLaboratório,marcando o Instituto para o qual deseja exportar as informações. Com isso, ao realizar uma venda com produtos deste tipo e/ou laboratório, serão solicitadas as informações de prescrição médica deste produto.

Vendas Plugpharma

Mais informações sobre vendas com produtos Plugpharma

Quando o cliente possuir o produto 54 - Integração Plupgpharma 1.0liberado, as Redes Associativas disponibilizam dois tipos de promoções: Tabloides Fixos/Flexíveis e Lista de Preços. Os tabloides são importados automaticamente pelo sistema no primeiro acesso do dia, e a lista de preços deverá ser importada manualmente através do programa Integração Plugpharma, localizado em Importar/Faturar > Plugpharma > na opção Lista de preços.

  • Quando a farmácia é gerenciada pelo Plugpharma deverá praticar o preço de venda do produto determinado pela Rede Associativa ou valor menor.

  • Na edição de pré-venda quando muda a modalidade de pagamento ou o cliente os percentuais de desconto são recalculados, essa funcionalidade também ocorrerá para o preço de venda, ou seja, também será recalculado na alteração.

Vendas Linx Conecta

Mais informações sobre vendas com produtos Linx Conecta

Segue abaixo algumas informações adicionais referente a vendas utilizando o Linx Conecta.

  • Nas telas de vendas há um atalho para a tela Consulta de Clientes: Linx Conecta, quando o usuário informar o cliente e clicar no botão de atalho na tela de consulta, o sistema efetuará a comunicação com o Linx Conecta, e efetuará a atualização dos dados ou cadastro do cliente. Durante o processo de venda o Linx Softpharma verificará se o cliente informado possuí cadastro no Linx Conecta, caso contrário solicitará se deseja cadastrar o mesmo no sistema ou fidelizá-lo no Linx Conecta, se a opção escolhida for apenas o cadastro abrirá a tela do Cadastro de Clientes do Linx Softpharma, no caso de fidelização a abrirá o tela de Consulta de clientes – Linx Conecta com o link para o processo de fidelização de clientes. Para maiores informações referente a este botãoacesse:Linx Conecta - Clientes

Observação

No processo de consulta do cliente a validação é feita pela matrícula e o cartãoLinx Conecta.

  • A partir dobuild 179.100será permitida efetuar vendas do tipo Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) para o Linx Conecta.
  • O Linx Conecta permite a configuração de descontos progressivos por quantidade vendida, com o objetivo de tornar esses descontos visíveis na dispensação da mercadoria foram realizadas melhorias na tela de retorno dos valores do Linx Conecta.Ao iniciar uma venda para um cliente que possui cadastro no Big Fidelidade ao informar na tela de vendas, o Linx Softpharma verificará se o mesmo possuí descontos cadastrados noLinx Conecta.No campo quantidade o usuário deverá a informar a quantidade vendida, por padrão será igual a 1 (um), ao retornar para a tela de vendas será lançada na fita detalhe a quantidade informada.

Importante

O Linx Softpharma respeitará aHierarquia de Descontos, ocasionando alguma diferença entre os valores apresentados na tela do Linx Conecta para o valor final da venda.

  • Serão permitidas vendas PBM para clientes Linx Conecta, se ao iniciar a venda para um cliente conveniado ao Linx Conecta e iniciar a venda PBM em conjunto, o sistema primeiro buscará os valores e descontos do PBM e depois encaminhar esse valor para o Linx Conecta autorizar a venda.
  • Não haverá comunicação com o Linx Conecta, quando a venda for 100% subsidiada ou o valor descontado em folha de pagamento. Ou seja, somente será enviado para comunicação com a Administradora o valor que resta a ser pago pelo cliente.
  • Se durante o processo de venda o valor retornado pela Linx Conecta for diferente do PBM, o sistema apresentará uma mensagem de erro ao usuário não permitindo a finalização da venda, precisando realizar novamente a comunicação da venda com apenas um dos integradores.

Para maiores informações referente ao Linx Conecta, a respeito de cadastros, etc, acesse:Administradora Linx Conecta

Vendas em contingência

Como efetuar as vendas em contingência?

A Danfe NFC-e poderá ser emitida em modo offline em situações em que a loja estiver sem internet, com internet lenta ou instável, ou qualquer outro problema que impossibilite a autorização da NFC-e. Há duas formas de entrar em contingência: automática ou manual:

  • Automática: o Linx Farma Softpharma entra em modo de contingência automaticamente ao verificar falha de comunicação com a SEFAZ, para sair da contingência o sistema verifica a cada 5 (cinco) minutos verifica se a conexão foi restabelecida, ou acontecerá na mudança do dia (às 00:00 hs).
  • Manual: para entrar em modo de contingência manual o usuário deverá pressionar o atalho F9. Quando o sistema entra em modo de contingência manual, a saída não é automática, ou seja, o usuário deverá pressionar novamente o atalho F9, ou também acontecerá na mudança do dia (às 00:00 hs).

Nas notas emitidas em contingência automática serão impressas a mensagem: "Timeout na comunicação com a SEFAZ", e serão listadas como pendentes de envio no programa Gerenciador de NFC-e (Lançamentos > Faturamento).

Transmissões

Depois de superado o problema técnico o arquivo XML da NFC-e deverá ser transmitido para autorização em até 24 horas (contadas a partir da hora de emissão). Dependendo do estado a transmissão deverá ser realizada num prazo menor que 24 horas. É importante consultar a SEFAZ de seu estado para garantir que o prazo seja respeitado.

No entanto, se no programa Configuração de NFC-e (Parâmetros > Configuração) estiver configurado para transmitir notas emitidas em contingência e inutilizações assim que a conexão for restabelecida as notas que estiverem como pendentes de envio serão enviadas à SEFAZ. Essa transmissão é realizada somente na filial física.

O envio automático será feito somente quando estiver configurado o certificado tipo A1. Para as farmácias que utilizam o A3, o usuário deverá efetuar o envio manual pelo Gerenciador de NFC-e.

Serviços

Mais informações sobre a emissão de RPS e NFS-e

Antes da emissão da NFS-e (Nota Fiscal de Serviço Eletrônica) é necessário que a farmácia proceda com a geração do Recibo Provisório de Serviços (RPS). O RPS corresponde a uma numeração sequencial crescente, devendo ser convertido em NFS-e no prazo estipulado pela legislação municipal que define a NFS-e.

As vendas contendo serviços (ISS) e mercadorias (ICMS), podem ser realizadas de forma direta pelo programa "Vendas NFS-e" ou por meio das vendas:ECF,NF-e,NFC-eeS@T, o Linx Softpharma gerará o RPS e posterior à venda o usuário deverá realizar o comando de envio do mesmo à Prefeitura para então a NFS-e ser gerada. Ou seja, o processo será o seguinte:

  • Durante a venda será gerado oRPS – Recibo Provisório de Serviçoe em um segundo momento o usuário deverá acessar o programa "Gerenciador NFS-e" para efetuar o comando de envio dos RPS, registrados no sistema, para a Prefeitura e a mesma aprovar ou não a geração das NFS-e. Lembrando que para cada RPS será gerado uma NFS-e.

    • Para as vendas realizadas através doECFou pelo equipamentoS@T, será permitido avançar a venda, contendo itens com ISS, sem discriminação alguma.

    • Nas vendasNF-eeNFC-eo sistema respeitará as parametrizações realizadas nos programas Configurações de NF-e e Configurações NFC-e, referentes à permissão de venda conjugada:

      • Quandomarcado– Permitirá a emissão conjugada de mercadorias (ICMS) com itens ISS.

      • Se desmarcado– Não será possível a inserção de itens ISS na venda de mercadorias.

  • A impressão do RPS será realizada em relatório gerencial. Esta forma de emissão da NFS-e é chamada de "emissão conjugada", ou seja, no cupom fiscal conterá as mercadorias e os serviços, cada qual tributando conforme alíquota previamente definida, seja ICMS (mercadorias), seja ISS (serviços). A geração do RPS será realizada automaticamente, daí o nome de conjugada.

Para o lançamento dos serviços podem ser utilizados os programas de pré-venda, orçamento ou de vendas diretas. As mudanças nas telas para ambos os programas são exatamente as mesmas. Estas alterações passam a ser vistas quando liberado o produto "48-NFS-e" para o código da farmácia e configurado o uso desta funcionalidade.

Existe uma fita detalhe auxiliar na tela de vendas para a exibição dos itens de serviços e manipulação, inseridos na venda. Dessa forma fica mais fácil ao usuário analisar os itens de mercadorias e serviços da venda.

Para a geração das notas contendo itens ISS é necessário que o cliente esteja cadastrado na base de dados, não sendo possível a emissão para o cliente Balcão. Esta validação deve acontecer porque, para a emissão da NFS-e é obrigatório que o sistema disponha de determinadas informações, como CPF, endereço do cliente, etc.

Após o lançamento dos serviços na tela de venda, na impressora é registrado o cupom/nota fiscal e um relatório gerencial com as informações do RPS para os serviços prestados. Para isso é necessário que na impressora e no Linx Softpharma tenha sido cadastrada a alíquota de ISSQN correspondente.

O RPS não representa a venda do serviço, mas sim um recibo que será convertido em uma NFS-e. Esta conversão ocorre a partir da transmissão do RPS e aprovação por parte do órgão municipal (Prefeitura).

Para a geração de um RPS é preciso que o serviço esteja configurado com todas as informações obrigatórias à venda de prestação de serviços. São elas: código da atividade, natureza de operação, CNAE (conforme publicação realizada pelo município), código de tributação municipal e alíquota de ISS. Esta configuração é feita no programaCadastro de produtos.

Cancelamentos

Cancelando vendas NFC-e

Diferentemente da venda ECF, o cancelamento do documento da venda NFC-e poderá ser realizado mesmo que este não seja o último. Para tanto, a NFC-e deverá ter sido transmitida à Sefaz. Conforme informa o Manual da NFC-e, o prazo de cancelamento é de até 30 minutos após a emissão da venda. Porém, no estado de MT o prazo é de 24 horas após a emissão da venda.

A Receita recomenda que o cancelamento da venda seja feita somente se a mercadoria ainda não saiu da loja. Mas caberá à loja definir se efetuará o cancelamento da venda ou emitirá uma devolução de venda (retorno de cliente), emitida em NF-e (assim como é hoje para a venda ECF), que se não for a última venda não pode ser cancelada e o sistema solicita a emissão da nota fiscal de devolução.

Configurações por usuário

Como efetuar as configurações por usuário?

O sistema permite uma série de configurações específicas por usuário para cada programa. Para efetuar bloqueios e configurações por usuário para este programa, acesse o programa Cadastro de Usuários (Parâmetros > Usuários) informando o usuário que deseja configurar. Feito isso, selecione o programa Cupom Fiscal - FAT105 e Venda NFC-e - FAT103 - Farma (7)clique emVenda NFC-e - FAT103 - Farma (8). Efetue as configurações conforme a necessidade, de acordo com as opções listadas abaixo:

Tabulações

  • Ao desmarcar atabulação 2o campo "forma de pagamento" estará habilitado, permitindo assim a alteração da condição de pagamento.

  • Desmarque atabulação 3para bloquear os campos '% desc' e '% desconto' em todos os programas de vendas. É necessário atenção ao desmarcar esta tabulação, pois gera grandes impactos nas vendas, uma vez que bloqueia os campos de descontos.

  • Desmarque atabulação 4para que o usuário possa editar a pré-venda (F8) sem precisar informar senha de liberação.

  • Desmarque atabulação 5para que o usuário do caixa não tenha acesso a alterar o desconto que foi negociado e informado na pré-venda pelo vendedor.

  • Desmarque atabulação 6para que o usuário não tenha acesso a alterar o campo Tele entrega (marcando/desmarcando) informado na pré-venda ao finalizá-la pelo caixa on-line.

  • Desmarque atabulação 7para que o vendedor não tenha acesso a atualizar os dados do cliente na venda com tele entrega. Neste tipo de venda, ao lançar informações de tele entrega diferentes das cadastradas no sistema, o mesmo solicita se deseja atualizar o cadastro do cliente de acordo com as novas informações.

  • Desmarque atabulação 9para que o usuário do caixa não consiga alterar nenhuma informação da pré-venda ao finalizá-la. Com essa tabulação desmarcada a pré-venda fica totalmente engessada, não sendo possível alterar quantidades, valores, remover ou adicionar itens, etc.

  • Na venda de produtos para o "cliente balcão" e que a farmácia utiliza o parâmetro de desconto por item, quando atabulação 10estiver desmarcada, o sistema trás o percentual de desconto zerado para que o vendedor possa informar. Essa opção é para que o vendedor não "veja" o percentual máximo de desconto que pode ser liberado, desta forma o vendedor vai tentando um percentual até que o sistema avise que está acima do limite. Com isso, pretende-se que a média de desconto baixe nas farmácias.

  • Caso o percentual de descontos liberados na venda não aparecer na fita detalhe da venda para impressão e aparecer um sinal "", isso é devido ao bloqueio feito pelo *est198 guia 5para não mostrar os descontos liberados ao cliente na consulta de produtos e na tela de vendas.

Guias

  • Quando proveniente do Caixa On-line, ou seja, finalização de uma pré-venda (F5), e aguia 01estiver desmarcada solicitará a senha de liberação para poder excluir algum item digitado, observando que quando for venda direta o sistema não solicitará senha para exclusão do item.

  • Desmarque aguia 2para que o usuário que está finalizando a pré-venda não tenha acesso a inserir novos itens na fita detalhe.

  • Desmarque aguia 3para que o usuário, ao finalizar a venda, não tenha acesso a alterar o percentual de desconto de venda originado de uma pré-venda, ou seja, o desconto dado no balcão pelo vendedor será mantido. SOMENTE PARA VENDA EM CONCOMITÂNCIA.

  • Desmarque aguia 4para que, ao deletar um item da fita detalhe seja solicitada a senha de liberação.

  • Desmarque aguia 5para que o usuário não tenha acesso a reprocessar a venda no caixa, alterando as informações iniciais (F8).

  • Desmarque aguia 6para que, quando o usuário consultar um produto no sistema, o mesmo fique na fita detalhe. Quando essa guia está desmarcada, ao consultar um item o mesmo vai para a fita detalhe e não é mais possível fechar a tela de vendas em faturar a nota fiscal. Dessa forma o proprietário garante que o caixa precise de um supervisor para cancelar a venda, não sendo mais possível ao caixa ver o valor do produto e cobrar do cliente sem finalizar a venda.

Top Articles
Latest Posts
Article information

Author: Rev. Leonie Wyman

Last Updated: 02/09/2023

Views: 5915

Rating: 4.9 / 5 (79 voted)

Reviews: 86% of readers found this page helpful

Author information

Name: Rev. Leonie Wyman

Birthday: 1993-07-01

Address: Suite 763 6272 Lang Bypass, New Xochitlport, VT 72704-3308

Phone: +22014484519944

Job: Banking Officer

Hobby: Sailing, Gaming, Basketball, Calligraphy, Mycology, Astronomy, Juggling

Introduction: My name is Rev. Leonie Wyman, I am a colorful, tasty, splendid, fair, witty, gorgeous, splendid person who loves writing and wants to share my knowledge and understanding with you.